Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 30 de julho de 2011

AVE MARIA

AVE-MARIA! Tu que recebeste do Pai, a graça de gerar o Seu filho muito amado e que com sua força e sua sabedoria, o acompanhaste com coragem, da manjedoura até o calvário, ROGAI:
- Rogai por todas as mães que não tiveram a graça de gerar filhos;
- Rogai pelas mães, que não podendo gerá-los ou mesmo já tendo os seus, acolhem os filhos de outras mães, como se fossem seus;
- Rogai pelas mães que não bendizem os seus frutos, por serem frutos do desamor e da miséria;
- Rogai pelas mães que maldizendo os seus frutos, os impedem de nascer ou que os deixando nascer, os abandonam nas esquinas da vida, não tendo mais nem a sua miséria para dividir com eles;
- Rogai pelas mães que não podem ser benditas, por não terem como calar o choro de seus filhos, que gritam por comida, no meio da seca, das favelas, debaixo das pontes e dos viadutos;
- Rogai por todas as mães, que impotentes diante da opressão do mundo, não conseguem libertar seus filhos das amarras que fazem com esqueçam que são seres humanos;
- Rogai pelas pobres mães dos filhos mimados, que por terem em demasia o que falta aos outros, desconhecem o que é fraternidade;
- Rogai pelas mães que preferiram esquecer de mostrar a seus filhos, que além das janelas azuis de seus quartos cor-de-rosa, existe um mundo real, cinzento e pálido, onde nem sequer existem quartos;
- Rogai por todas as mães, que por escassez ou por excesso, não encontraram ainda o caminho da solidariedade, nem para si mesmas, nem para os seus filhos;
- Rogai pelas mães, que seguindo o Teu exemplo, tentam criar seus filhos com amor, ensinando-os a agir com justiça e a lutar pela liberdade, sua e dos outros;
- Rogai pelas mães, que às vezes precisando deixar seus filhos em casa, para cuidar dos filhos de outras mães, não encontram apoio para seguir em frente, sem olhar para trás.
- Rogai pelas mães, que vendo o sofrimento de tantas outras mães, lutam para amenizar as suas dores;
- Rogai pelas mães que repartem e ensinam seus filhos a repartirem com os outros não apenas o que lhes sobra, mas também o que poderia lhe fazer falta;
- Rogai pelas mães que entendendo o verdadeiro sentido da partilha, dividem com os outros o seu ouvido, o seu ombro amigo, o seu tempo ,o seu coração, a sua vida;
- Rogai enfim, por todas as mães e por todos nós, seus filhos, tantas vezes santos, tantas vezes pecadores, para que através de Teu Filho, possamos encontrar a coragem de lutar, para que um dia, não existam mais mães nem oprimidas, nem opressoras; nem desesperadas, nem exageradas; nem perseguidas, nem omissas; nem perdidas, nem equivocadas.
- Rogai Santa Mãe de Deus, para que um dia, possam existir, simplesmente, AS MÃES !
Postado por Rejane Menezes às

Nenhum comentário:

Postar um comentário